Chá japonês: benefícios e propriedades do chá japonês

Mesmo que o maravilhoso hábito de beber chá no Japão tenha sido adotado de seus vizinhos chineses, este é um dos países mais aficionados por essa bebida. Hoje, não somente produzem variedades únicas de determinados tipos, como desenvolveram cerimônias e rituais muito importantes em torno do chá.

O que é o Chá Japonês:

O chá japonês é uma das infusões mais reconhecidas em nível mundial, principalmente pela qualidade dos distintos tipos de chá verde que são produzidos naquele país. Atualmente o Japão se encontra na 9° posição no ranking de países produtores entre Argentina e Bangladesh. Mas antes de conhecer mais sobre o chá japonês vejamos um pouco de sua história…

Acredita-se que o chá foi levado ao Japão em inícios do século VIII d.c. Os monges budistas japoneses que haviam ido estudar na China por volta do ano 729 d.c conheceram o chá e seus benefícios, principalmente o fato de ajudar na prática da meditação, e por isso levaram a planta ao Japão e passaram a beber chá com essa finalidade. A partir daí, começaram a produzir chá em pequenos cultivares destinados especialmente para fins medicinais e logo depois a beber de forma regular. Hoje o chá no Japão é símbolo de sua cultura e tradições.

O Japão é formado por um arquipélago de ilhas onde nenhum ponto terrestre está a mais de 150 km do mar. Aproximadamente 74% de seu território é montanhoso e coberto por florestas. Devido a sua localização em uma zona vulcânica do Oceano Pacífico são frequentes os terremotos e tremores. Seu clima é temperado com as quatros estações bem diferenciadas. Possuem abundante chuva e umidade, o que o faz ideal para produção do chá.

Principais zonas productoras de Chá Japonês:

  • Tóquio: nos arredores do Monte Fuji
  • Shizuoka: onde se produz chá verde como Sencha e Bancha
  • Kagoshima: onde se produz chá verde Sencha e Bancha
  • Kyushu: onde se produz chá verde Sencha e Bancha
  • Okabe: onde se produz o chá verde Gyokuro
  • Uji: donde se produce té verde Matcha, Gyokuro y Sencha

A princípio – por herança chinesa – a colheita se realizava de forma manual, mas hoje quase todas as plantações de chá do Japão fazem a colheita de suas folhas com máquinas. Isso, adicionado ao processo de fixação, permite que o chá obtenha um sabor muito característico com muitas notas vegetais, como algas e espinafre.

Ainda que o chá verde seja a variedade mais produzida e reconhecida no Japão, hoje cada vez mais produtores se animam a produzir chá preto.

Se quiser aprender mais sobre o chá japonês, convidamos ao nosso workshop de chá japonês (link a workshop), onde irão aprender tudo sobre este magnífico país e seus costumes em torno do chá.

Benefícios e propiedades do Chá Japonês

Quando se fala sobre o chá japonês estamos falando principalmente do chá verde, variedade com maior nível de produção no país do sol nascente. E se nos referimos ao chá verde japonês temos de falar das qualidades antioxidantes fornecidas por alguns de seus componentes químicos, tais como os polifenóis e as catequinas.

Essas propriedades antioxidantes são aquelas que ajudam a reduzir a ação dos radicais livres e a proteger nossas células de forma natural, e por isso ajudam a prevenir enfermidades, como o câncer.

Além disso, o chá japonês, em especial o chá verde é útil para reduzir os níveis de colesterol e triglicérides, melhorando assim a circulação sanguínea. Da mesma forma ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares.

Outra qualidade deste tipo de chá japonês é a sua quantidade de teína, a qual estimula o sistema nervoso, nos mantém despertos e nos anima quando mais necessitamos.

Como preparar o Chá Japonês

O chá japonês se pode preparar de várias formas, mas em qualquer uma delas são necessários utensílios específicos. Se quiser preparar o chá verde matcha (link a cata de chá matcha) necessitará um chawan (um tigela grande) e um chasen (batedor de bamboo). Como fazemos? Seguindo os seguintes passos:

  1. Meça uma colher do chá matcha e coloque-a na tigela
  2. Adicione água quente a 80° sobre o matcha
  3. Com o batedor de bamboo, bata energicamente o chá até conseguir uma consistência espumante
  4. Pode-se beber diretamente do chawan, ou se desejar compartilhar, coloque o chá em uma jarra ou bule adicional e sirva a mistura de água com chá em pó em copos japoneses (xícaras sem asa). Beba imediatamente.

Mas existe uma forma muito mais protocolar e tradicional de preparar o chá japonês matcha. Os países orientais se caracterizam por dar ao chá um lugar muito particular na vida de seus habitantes. Dessa forma, na maioria deles existem cerimônias milenares que ainda hoje são realizadas e que são como verdadeiros símbolos da cultura de cada país. O Japão não é exceção e nos oferece sua belíssima cerimônia do chá japonês, mais conhecida como “Chanoyu”, a qual segue uma série de rigorosos passos para sua preparação (link a nota do blog sobre Chanoyu)

Para preparar o chá japonês em ervas o recomendável é utilizar um bule ou chaleira japonesa. O que possuem de diferente em relação aos bules tradicionais? Sua forma: contam com uma alça lateral onde se segura com toda a mão. Podem ser feitas de diversos materiais como argila ou porcelana.

Tipos de Chá Japonês

Como dissemos anteriormente, o Japão é um dos maiores produtores de chá verde do mundo, com variedades de excelentíssima qualidade. Os chás japoneses mais conhecidos são:

Sencha

Bancha

Gyokuro

Genmaicha: Uma mistura de Bancha e arroz tostado

Hojicha: Elaborado tostando o Bancha

Video: O significado do Chá no Japão

Gostou deste post? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Sobre mim

Victoria Bisogno

Sou Victoria Bisogno, fundadora do El Club del Té e criadora da Técnica de Análise Sensorial de Chá, a primeira metodologia com fundamento científico focado na análise sensorial do chá.

Siga-me!

Posts recentes

Siga-nos no Facebook