A rota do chá: Viagem a Grasse – o paraíso dos Tea Blenders

O Tea Blending é a ferramenta perfeita para expressar sentimentos e conectar pessoas ainda que elas estejam longe umas das outras. Esse despertar dos sentidos diminui as distâncias e harmoniza a dança das almas.

Viajar para Grasse

Como Tea Blender vivo buscando novos ingredientes como especiarias, flores, frutas e essências (além do chá) para poder criar mesclas de chá que tragam realmente algo novo, que sejam originais e únicas. Por isso, dessa vez a jornada do chá me levou à Grasse. A menos de uma hora de carro de Nice, no sul da França, existe uma pequena cidade que eu chamo de “o paraíso dos tea blenders”. Ainda que não se trate de uma zona produtora de chás, para nós, os alquimistas de chá, Grasse tem um papel importantíssimo, uma vez que o uso de essências é fundamental para nossas mesclas de chá, e Grasse, definitivamente, é o lugar aonde você encontra a origem dos aromas e sabores.

O objetivo de minha viagem foi o de realizar cursos de perfumistas para melhorar meu manuseio de essências e visitar várias fábricas que elaboram sabores e aromas para a indústria dos alimentos e de perfumes. Grasse é conhecida mundialmente como a “capital internacional do perfume” porque, desde a Idade Média, a região tem se especializado na produção de plantas e flores das quais são extraídas essências comestíveis e para uso em perfumaria.

As rotas que levam à Grasse desde o Mediterrâneo atravessam pequenos povoados medievais nas encostas das montanhas e estão rodeadas de flores como lavanda, jasmim, nardo e rosas. Quando cheguei era começo de primavera e a região estava recoberta de um amarelo luminoso que desprendia um aroma melado e delicado: era o tempo da mimosa amarela. Só o fato de percorrer essas estradas já era uma viagem para os sentidos! Me lembro da emoção que senti, logo que deixei o aeroporto em Nice, ao ir percorrendo esses caminhos verdes, entremeados por pontos de cor ouro, rosa, violeta, e que nos brindam com rajadas de perfume de flores, aromas a caramelo e fragrâncias diversas que emanam das muitas fábricas que se encontram pelo caminho.

Minha estadia em Grasse foi mágica! Cafés-da-manhã inesquecíveis em varandas de onde se avistava o vale, chá preto defumado e “pain au chocolat”. Longas caminhadas, visitas à fornecedores e sessões de perfumaria de vanguarda; gente particularmente amável, orgulhosa de seu trabalho e de sua tradição perfumista; e a gastronomia local que encerrava longos dias de trabalho com incríveis tabuas de queijos e vinhos.

O papel do aroma nas mesclas de chá

O aroma sempre teve um papel essencial nas composições sensoriais. Atualmente, nós, os tea blenders, os novos alquimistas, somos quem as utilizamos em nossas mesclas de chá para dar espírito, vida e significado às nossas criações.

As essências são os ladrilhos fundamentais que utilizamos, junto aos demais ingredientes, para gerar o sabor final de um blend de chá (Camellia sinensis). Sabendo como utilizar corretamente as essências, podemos ter uma ferramenta poderosa para atingir a harmonia e profundidade em um tea blend.

Eu, por exemplo, tenho costume de misturar diferentes essências visando um aroma determinado para utilizar em cada um dos meus blends aromatizados. Dessa forma, consigo atingir uma complexidade maior no perfil aromático de minhas mesclas de chá além de aromas únicos, exclusivos, diferentes de todos os blends existentes na indústria.

Como sempre digo, com o conhecimento e o correto uso das essências, podemos gerar sensações, despertar sentimentos e evocar recordações através de uma simples xícara de chá. Esse é o maior desafio para os novos tea blenders e a parte que carrega uma conotação mais espiritual: sendo profissionais em contato permanente com diversos produtos da terra, graças às essências, temos uma ponte que nos leva ao céu.

Vídeo: Viagem a Grasse, França

Gostou deste post? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Sobre mim

Victoria Bisogno

Sou Victoria Bisogno, fundadora do El Club del Té e criadora da Técnica de Análise Sensorial de Chá, a primeira metodologia com fundamento científico focado na análise sensorial do chá.

Siga-me!

Posts recentes

Siga-nos no Facebook

victoria bisogno

Olá! Se você quiser saber mais sobre o chá, convido você a conhecer nossos cursos.