O chá para reforçar o sistema imunológico quando temos gripe: Que chá tomar?

Nosso querido chá, a infusão de Camellia Sinensis, conhecida antigamente na China como “elixir da imortalidade”, além de possuir várias propriedades para a saúde, exerce efeito direto em nosso sistema imunológico, melhorando sua capacidade de resposta, particularmente quando temos gripe. Como? Aqui nós te contamos.

Como o chá ajuda a combater infecções como a gripe? Efeito antibiótico.

Você já se perguntou como o chá ajuda nossas defesas quando estamos com gripe? Nas gerações anteriores aos nossos pais, numa época em que os remédios caseiros eram abundantes, especialmente nos períodos de inverno, surgiu a necessidade de “ter” que tomar um chá para a gripe. Hoje a ciência nos mostra que algumas dessas práticas têm efeito comprovado na saúde humana, especialmente o velho e querido chá para gripe, feito com tanto amor.

Já em 1992, um grupo de pesquisadores japoneses observaram em um estudo in vitro que dois componentes do chá, epigalato de catequina (obtido no chá verde) e digalato de teaflavina (obtido do chá preto), tinham a capacidade de neutralizar a infectividade do vírus influenza (gripe) A e B, atuando com efeito antiviral de forma natural.

A microscopia eletrônica revelou que essas duas substâncias ligam o vírus influenza aos anticorpos, além de interferir na capacidade de aderir às células do hospedeiro que irão infectar. Com isso, o chá nesse contexto torna-se um defensor da saúde, melhorando a capacidade de resistir aos vírus, como o da gripe.

Para entender um pouco melhor, vamos ver o que é o sistema imunológico

Comecemos com a ideia de que todos, em maior ou menor grau, já ouviram falar desse “senhor” chamado sistema imunológico, nosso defensor.

Assim, podemos dizer que o sistema imunológico é complexo e consiste em múltiplos componentes que permitem ao homem manter sua identidade biológica e defender-se de agressores externos, como vírus, bactérias, fungos e toxinas.

Toxinas são substâncias químicas produzidas por microrganismos.

O sistema imunológico consiste em duas partes bem definidas, uma parte é inata, sendo a parte com a qual nascemos, de resposta rápida e as células que a formam são chamadas fagócitos (elas fagocitam o invasor) e a outra parte é chamada adaptativa, que é o que vamos desenvolvendo quando o corpo é exposto a micróbios ou produtos químicos que eles liberam.

A parte adaptativa do sistema imunológico envolve fundamentalmente a formação de anticorpos, que são aqueles que nos dão “imunidade” . Este processo pode levar vários dias. As vacinas trabalham neste último sistema.

Esses dois sistemas imunológicos trabalham juntos. Também podemos acrescentar que o sistema imunológico tem uma parte que olha para fora, parte que nos defende de agentes exógenos e outra que olha para dentro, o que nos dá identidade biológica, como afirmado anteriormente, uma vez que é responsável por eliminar todas as células defeituosas que possam aparecer no processo de multiplicação celular (por exemplo, células tumorais) ou de órgãos transplantados.

O sistema imunológico é o nosso grande defensor.

Para aprender mais sobre chá e saúde:

Você sabia que aqui em El Club del Té realizamos o Curso de Chá e Saúde, onde passamos por todos os benefícios que o chá traz para o nosso corpo, com evidências científicas e comprovadas. Você pode participar on-line sem sair de casa. Não o perca!

Que chás ajudam a fortalecer o sistema imunológico?

As evidências atuais apoiam o conceito de que a intervenção com L-teanina (aminoácido presente nos chás branco, oolong, preto e em grande parte nos chás verdes japoneses cultivados à sombra, como Matcha, Gyokuro e Kabusecha), deriva em uma sensibilização de células do sistema imunológico inato, chamadas linfócitos gama delta T. Essa sensibilização ou ativação é benéfica, pois está associada ao aumento na magnitude ou amplificação da resposta precoce a microrganismos e células tumorais. O que significa que, nossas defesas contra esses micróbios e células cancerígenas aumentam quando bebemos esse tipo de chá.

Como o chá fortalece o sistema imunológico? Mecanismo.

Essa variedade de linfócitos, o gama delta T, age rapidamente como formidável primeira linha de defesa contra microrganismos. Uma vez que o chá é ingerido, seu componente L-teanina é metabolizado no corpo, transformando-se em substâncias chamadas etilamina e alquilamina, que são as que atuam nos linfócitos denominados. Uma vez sensibilizados, aumentam a produção de importantes mediadores químicos, como interferon gama e fator de necrose tumoral, que atuam nas células do sistema imunológico adaptativo, ampliando a resposta.

De forma resumida, a L-teanina presente no chá transformada no corpo sensibiliza os linfócitos T gama delta, que produzem interferon gama e fator de necrose tumoral, preparando o sistema adaptativo para responder, permitindo que, quando um microrganismo entre no corpo humano, a resposta do sistema imunológico seja mito mais rápida.

O consumo, por voluntários saudáveis, de 5 a 6 xícaras de chá por dia fornece aproximadamente 190mg de L-teanina, o que produz um aumento na capacidade de formação de interferon gama em 15 aproximadamente.

Que chá é bom para aliviar a tosse?

Qualquer chá quente ajuda a aliviar os sintomas de tosse e dor de garganta por um efeito físico direto. Entretanto, o ideal é escolher chás com baixa adstringência, embora não sejam os que contêm mais L-teanina (como um chá branco, verde ou preto da China que geralmente tem menos adstringência que chás de outras origens). Visto que a adstringência, que é a sensação de boca seca, pode piorar a garganta com coceira quando tossimos.

Melhor ainda, podemos adicionar mel que atua como lubrificante, além de fornecer algumas vitaminas e minerais (em doses baixas). O mel é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para aliviar a tosse (e é outro remédio natural das avós que sabemos que funciona).

Estudos sobre o chá, sistema imunológico e a gripe

Em alguns ensaios clínicos, embora pequeno, demostrou que o consumo de chá ou suplementos que contêm seus princípios bioativos (L-teanina ou galato de epigalato catequina) afetam a atividade dos linfócitos T gama delta e provocam ainda a redução dos sintomas de resfriado e gripe.

Há muitas evidências científicas que mostram os benefícios do chá para a saúde humana. Em nosso curso de Chá e Saúde, te contamos muito mais sobre isso.

Mais uma vez prestamos homenagem à sabedoria ancestral de nossas avós, que com tanto amor nos trouxeram um chá para gripe ou tosse, que, como por arte de magia nos tiraram o desconforto e nos ajudaram a ter uma rápida recuperação.

Dr. Rafael Danielo

Gostou deste post? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Sobre mim

Victoria Bisogno

Sou Victoria Bisogno, fundadora do El Club del Té e criadora da Técnica de Análise Sensorial de Chá, a primeira metodologia com fundamento científico focado na análise sensorial do chá.

Siga-me!

Posts recentes

Siga-nos no Facebook

victoria bisogno

Olá! Se você quiser saber mais sobre o chá, convido você a conhecer nossos cursos.