Workshop de Chá do Sudeste Asiático

Cata de té del Sudeste Asiático

O que é o Workshop de Chá do Sudeste Asiático?

No workshop de chá do sudeste asiático você vai se surpreender com a variedade de chás não tradicionais que essa região do planeta tem a nos oferecer.

Países como Vietnã, Indonésia, Tailândia, Birmânia, Camboja, Filipinas, Malásia e outros, produzem diferentes tipos de chá, os quais possuem qualidades particulares de solo, clima e processos de elaboração. Isso se reflete muito bem nas diferentes sensações aromáticas e gustativas que surgem quando os experimentamos.

Convidamos a descobrir as características desses chás tão interessantes, seu terroir e a cultura que os rodeia.

O workshop de chá do sudeste asiático é composto por uma apresentação audiovisual, como forma de introdução cultural, e uma parte prática, na qual realizaremos a degustação guiada de diversos chás a granel buscando descobrir um amplo leque de aromas e sabores.

Não é necessário ter conhecimento prévio. Reserva somente por venda antecipada.

Cata de té del Sudeste Asiático

Passeio Pelo Chá do Sudeste Asiático

Quando falamos de chá normalmente pensamos em países como China, Índia ou Japão. No entanto, existem outras regiões aonde se cultiva chá de alta qualidade e que são pouco conhecidas no mercado ocidental.

Atualmente o Vietnã está na sexta posição entre os maiores produtores de chá do mundo e logo em seguida vem a Indonésia, ambos à frente do Japão.

No Vietnã o chá mais consumido é o chá verde, o qual é cultivado no norte do país e tem como particularidade o fato de que suas folhas são maiores do que aquelas com as quais estamos habituados. Seu poder refrescante e estimulante faz com que seja a bebida perfeita para os dias tropicais de calor, além de ser escolhido também por suas inúmeras propriedades para a saúde.

A Tailândia também possui uma cultura de chá muito presente entre seus habitantes. Um dos chás mais consumidos é o dark tea em formato frio, por causa das altas temperaturas que assolam o país.  À essa preparação, os tailandeses costumam adicionar leite, açúcar e algumas especiarias.

Além disso, Indonésia, Filipinas e Malásia destacam-se pela produção e consumo de chá preto, cada um com sua marca tradicional.