Os tipos de chá: 6 variedades, 6 cores para descobrir

Tipos de Té

Neste artigo, Victoria Bisogno convida você a descobrir os 6 tipos de chá, suas diferenças e suas propriedades.

Diferentes Tipos de Chá

Apesar de existirem diferentes tipos de chá, todos provêm da mesma planta, a Camellia sinensis, originária da China.

Embora seja muito comum na linguagem cotidiana de determinadas regiões referir-se a diversas infusões como chá – costumamos escutar “me dá um chá de menta”, “um chá de camomila”, “um chá de boldo”, entre outros – devemos saber que os mesmos não são exatamente chás, mas infusões de diferentes ervas ou “tisanas”.

Historicamente, os principais países produtores de chá têm sido a China, o Japão, a Índia, o Sri Lanka, o Quênia e a Turquia. No entanto, a cada dia, mais países produzem diferentes tipos de chá ao redor do mundo. A Argentina também produz chá, principalmente o chá gelado e em saquinhos e, em menor escala, o chá em folhas. A maioria desta produção é exportada para outros países, principalmente aos Estados Unidos e à Rússia. As variedades de chá preto e verde são as mais importantes na Argentina.

Cada país produtor elabora diferentes tipos de chá, aplicando diferentes processos às folhas da Camellia sinensis, a planta do chá, como por exemplo a oxidação, fixação ou fermentação. Assim é como chegam às nossas mãos centenas de chás de diversas origens e características organolépticas (os atributos que apreciamos por meio dos sentidos).

Tipos de Chá por Cores

Todos já escutamos falar alguma vez do chá vermelho, do chá branco, verde…, mas quais são as diferenças entre todas estas variedades de chá? Como dito antes, todas provêm da mesma planta de chá, mas a difereça está no processo que suas folhas sofrem dentro da fábrica na qual é realizada a elaboração. Os principais tipos de chá são:

Chá branco
Chá verde
Chá amarelo ou dourado
Chá azul (também chamado Oolong)
Chá vermelho (conhecido no Ocidente como chá preto)
Dark tea ou chá fermentado (que inclui o Puerh)

Propriedades dos diferentes tipos de Chá:

É importante destacar que o chá possui diferentes compostos químicos que ajudam a melhorar a saúde, gerando bem-estar geral e benefícios espirituais, uma vez que age do mesmo modo sobre o corpo, a mente e o espírito.

As propriedades do chá estão presentes nas diferentes variedades, embora alguns chás, em função dos diferentes processos de elaboração pelos quais passam, se diferenciam por beneficiar mais certas condições do organismo do que outros. Em geral, qualquer tipo de chá contribui para a saúde da seguinte maneira:

Protege e fortalece o sistema imunológico
Ajuda a reduzir o estresse e a combater as infecções
Ajuda a prevenir as cáries e as doenças das gengivas
Combate o processo de degradação das células provocado pelos radicais livres
Ajuda a manter as árterias saudáveis, protegendo contra acidentes cardiovasculares, trombose e doenças cardíacas
Colabora para a redução do colesterol
Ajuda a controlar a pressão sanguínea
Permite manter os níveis de açúcar baixos, evitando a diabete e a obesidade

A mesma planta, diferentes processos e tipos de Chá

Todos os tipos de chá se diferenciam em relação à forma das folhas, à cor das folhas e do licor, ao aroma, ao corpo e à adstringência na boca, entre outros atributos organolépticos. Muitas dessas diferenças dependem dos processos que são aplicados às folhas do chá na fábrica.

O chá branco é o menos processado de todos e podemos dizer que é o mais delicado de todos os tipos de chá. O chá preto está completamente oxidado, o azul parcialmente e o verde não passa por este processo. Finalmente, o Dark Tea (como o Puerh ou o Hei Cha) sofre um processo de fermentação. Mas todos, devemos lembrar, provêm da mesma planta de chá, a Camellia sinensis.

O mundo do chá oferece um leque de cores para desfrutar com a visão, o tato, a audição, o olfato e o paladar…. Quem disse que as cores somente podem ser vistas?

Blends de Chá

Atualmente, podemos encontrar no mercado uma grande variedade de chá saborizados, também chamados blends de chá ou Tea Blends, em inglês.

São misturas de chá com diferentes ingredientes como frutas, flores, ervas, especiarias e essências, cuidadosamente selecionados e combinados para dar uma bebida especial para cada pessoa e para cada momento.

Diferentes tipos de chás são utilizados nos blends, oriundos de diferentes origens. Podemos encontrar blends feitos à base de chá preto Ceylon (do Sri Lanka), Darjeeling (da Índia) ou de chá verde Sencha (do Japão) e Lung Ching (da China). A mesma coisa acontece com os chás brancos, azuis, amarelos e, inclusive, com os dark teas.

A Inglaterra, por exemplo, criou um dos blends mais conhecidos em nível mundial, o Earl Grey, que é uma mistura de chá preto com extrato de bergamota.

Cada blend de chá é elaborado buscando um encanto em particular e isso se dá tanto pela seleção do tipo de chá base, como pelos ingredientes. Assim, se obterá um blend com aroma, sabor e corpo especiais para cada ocasião.

Fonte: “Manual del Sommelier de Té” de Victoria Bisogno y Jane Pettigrew.
Del Nuevo Extremo (2014)

#LaCulturaDelTe

Chá gelado ou chá frio – como prepará-lo – receitas

té helado o iced tea

Tomar um bom chá gelado é uma das melhores formas de se refrescar e aliviar a sede quando o dias mais quentes do ano começam. Sem dúvidas, ele não pode faltar no verão!

O que é o Chá gelado

O chá gelado ou iced tea, em inglês, é o chá preparado em infusão quente (da mesma forma que sempre preparamos o chá), mas servido frio ou com gelo, daí seu nome chá gelado ou chá frio. É a forma ideal de beber chá no verão e aproveitar seus numerosos benefícios para a saúde, mesmo quando faz muito calor.

O chá é uma infusão tomada principalmente quente, mas vai ganhando cada vez mais adeptos à sua forma fria. Isto forma parte de sua mística e particular dualidade: o chá possui propriedades relaxantes e, por sua vez, estimulantes, que o tornam ideal para meditar e modificam nosso humor em função de como nos sentimos.

Quantas vezes tomamos um chá para melhorar o ânimo ou acordar, ou para dar uma descansada e relaxar? Mas a parte mais importante desta dualidade é a que definimos como a universalidade do chá: esquenta quando está frio e refresca quando está calor. É por isso que o chá é tomado, por exemplo, na Rússia, no inverno para combater o frio, e na hora do almoço no Marrocos, no meio do deserto, mas para neutralizar o calor.

“Se você estiver com frio, o chá te esquentará. Se você estiver com muito calor, o chá te refrescará. Se você estiver deprimido, o chá te animará. Se você estiver exausto, o chá te acalmará”William Gladstone.

Diferentes formas de preparar chá gelado

Existem diferentes formas de preparar o chá gelado: com e sem gelo. Se decidimos utilizar gelo, devemos calcular uma quantidade maior de folhas de chá (aproximadamente o dobro) para preparar a infusão em quente mais concentrada e depois adicionar o gelo. Desta forma, evitamos que seu sabor dilua-se quando o gelo derreter. Esta maneira de preparação se denomina chá gelado.

Se, no entanto, decidimos não incorporar o gelo, devemos realizar a infusão do chá (link para o artigo sobre como preparar o chá) da forma habitual (com a quantidade normal de folhas para a proporção de água utilizada) e levar o licor à geladeira até que fique frio. Geralmente, quando não usamos gelo, chamamos esta bebida de chá frio.

Também existe o que chamamos de infusão a frio. Ao contrário do chá gelado, consiste em preparar o chá utilizando água fria. Isto quer dizer que nunca colocamos as folhas do chá em contato com a água quente, mas que as deixamos repousar – por muito mais tempo – na água natural ou fria. Como a água fria extrai mais lentamente os compostos solúveis do chá, devemos deixar as folhas na infusão durante pelo menos duas horas e, em alguns casos, até oito horas. Este tipo de infusão produz licores mais doces e menos adstringentes.

Receitas de Chá gelado

Compartilhamos aqui três combinações para encorajá-los a preparar o chá gelado. Vocês podem optar por adicionar gelo ou não, mas lembrem-se de realizar a infusão do chá da forma indicada acima para cada caso.

1- Chá verde com rodelas de abacaxi e pepino.
2- Chá preto com rodelas de laranja e cravo.
3- Chá verde com finas rodelas de limão e gengibre.

As frutas e alguns ingredientes como especiarias ou ervas aromáticas são muito bons acompanhantes do chá gelado, brindando frescura e um sabor particular.

História sobre o Chá Gelado

O chá gelado, ou iced tea, surgiu com os norte-americanos, mais precisamente graças ao senhor Richard Blechynden. Era um dia de muito calor na Feira Mundial de 1904, em Saint Louis, e os presentes na exposição se inclinavam pelos refrescos, mais que pelas bebidas quentes. Blechynden, que não conseguia vender o chá que esperava, se entusiasmou e colocou gelo ao chá preparado que, aos poucos, ia esfriando. Desta maneira, conseguiu fazer com que as pessoas provassem seu chá. Finalmente a bebida fez tanto sucesso que impôs a moda daí em diante. Hoje em dia, o chá gelado é consumido em grandes quantidades nos Estados Unidos (aproximadamente 80% do consumo total de chá) e em outros países do mundo.

Se você quiser aprender mais sobre este e outros assuntos da história do chá, te convidamos a fazer o nosso curso de Sommelier de Chá.

Vídeo: Como preparar Chá Gelado

Os benefícios do chá e suas propriedades para a saúde

Las propiedades del té y sus beneficios para la salud

Os benefícios do chá se traduzem em bem-estar para o corpo e para o espírito. O chá é um alimento 100% natural, com muitíssimas propriedades para a saúde.

Os Benefícios do Chá

Os benefícios do chá podem ser traduzidos em bem-estar para o corpo e para o espírito.

O chá é um alimento 100% natural, ao contrário das bebidas industrializadas. Não possui calorias nem gorduras, razão pela qual é um grande aliado nas dietas para a redução de peso, sempre que consumido sem açúcar.

Outra das qualidades do chá é que possui um alto nível de antioxidantes, que combatem os radicais livres e ajudam a prevenir o envelhecimento, melhorando também o aspecto da pele e das unhas.

Além de todos estes benefícios para a saúde, o chá oferece um momento para desfrutarmos de nós mesmos. Também é uma linda forma de receber um ser querido, nos faz companhia quando estamos sozinhos e nos convida a compartilhá-lo com amigos. Nos permite provar rituais antigos ou criar nossa própria cerimônia, nos brinda um momento de relaxamento e prazer, nos leva a lugares distantes e nos introduz em diferentes culturas… o chá nos faz bem!

Vantagens do Chá

Além das propriedades do chá para a saúde, podemos observar algumas vantagens em relação a outras bebidas de consumo cotidiano. Em primeiro lugar, cabe destacar que embora o chá contenha  cafeína, esta representa entre 1,4% e 4% do peso da folha, de acordo com as últimas pesquisas sobre o assunto. Para que fique ainda mais claro: enquanto um café expresso contém ao redor de 300 mg de cafeína e um café de filtro aproximadamente 115 mg, uma xícara de chá pode conter entre 25 e 70 mg de cafeína, somente.

Por outro lado, o chá é uma bebida natural e sem calorias, ao contrário das bebidas industrializadas, como por exemplo os refrigerantes ou as águas saborizadas, que em muitos casos possuem açúcar e, portanto, engordam. Além disso, o fato de não ter álcool também é uma vantagem, já que pode ser tomado a qualquer hora e em qualquer lugar.

Certamente, os benefícios de tomar chá são muitos e variados. Convidamos você a descobrir mais sobre esta maravilhosa bebida milenária… junte-se às nossas atividades!

Vídeo: Os Benefícios do Chá

Propriedades do Chá

As propriedades do chá estão presentes em todas as variedades, sem importar se estamos falando de um chá verde, preto ou azul. Sempre nos referimos à mesma planta de chá, a Camellia sinensis, e, por isso, seus benefícios se prolongam a todos os tipos de chá, independentemente do processo de elaboração pelo qual tenham passado. No entanto, alguns tipos de chá possuem maiores benefícios, de acordo com seus compostos químicos mais predominantes.

A planta do chá possui grande quantidade de componentes químicos próprios de sua natureza, que são os encarregados de transmitir à nossa infusão diferentes e variados nutrientes e propriedades para a saúde. Vejamos a seguir:

O efeito antioxidante do chá

Os polifenóis são substâncias próprias do chá que atuam no corpo como antioxidantes, combatem o envelhecimento, ajudam no fortalecimiento dos vasos capilares, possuem efeitos anti-inflamatórios e antibióticos, e combatem o hipertiroidismo.

O chá para prevenir doenças

Os flavonoides do chá ajudam a prevenir doenças cardiovasculares, reduzem o risco de padecer câncer e atrasam o envelhecimento. As catequinas são os principais flavonoides do chá. São substâncias antioxidantes 100% mais eficazes que a vitamina C e 25% mais eficazes que a vitamina E.

O efeito adstringente do chá

Os taninos presentes no chá brindam à infusão propriedades cicatrizantes e antidiarreicas. Também ajudam a inibir a absorção do colesterol, razão pela qual são grandes aliados na redução do nível de colesterol no sangue.

Os nutrientes do chá

O chá contém grande quantidade de substâncias, como sais e minerais, muito benéficas para a saúde, tais como ferro, fluor, cálcio, zinco, potássio e magnésio. No entanto, encontram-se no chá em pequenas concentrações, e não devem ser confundidos com suplementos alimentares indicados por médicos. Tomar chá ajuda a incorporar estes minerais necessários para o equilibrio do corpo.

As vitaminas do chá

O nível de vitaminas presente em uma xícara varia de acordo com cada tipo ou variedade de chá, mas em todos os casos podemos encontrar vitamina A, B1, B2, B6, B12, C e D em pequenas concentrações.

O efeito estimulante do chá

cafeína presente no chá nos ajuda a ficar acordados e focados. Se compararmos com um café expresso, qualquer tipo de chá possui uma quantidade de cafeína muito inferior (entre 7 e 10 vezes menos). Além disso, os polifenóis do chá diminuem o ritmo de absorção da cafeína, razão pela qual seu efeito é notado mais lentamente, e por sua vez, é mais duradouro.

O chá para perder peso

O efeito termogênico da cafeína é ideal para acompanhar dietas para perder peso. Juntamente com os polifenóis, a cafeína contribui para a diminuição da absorção das gorduras em nossoo organismo, além de acelerar levemente o metabolismo.

L-teanina é um aminoácido anti-estresse que nos ajuda a relaxar e a manter a atenção, de forma totalmente natural. É absorvido no intestino delgado, age sobre os neurotransmissores e estimula as ondas alfa, que aumentam a atividade cerebral, melhoram o foco mental e a capacidade de concentração, ao mesmo tempo em que permitem que o corpo e o cérebro permaneçam tranquilos.

Bases Científicas

As propriedades do chá são reais e estão comprovadas por diversos estudos médicos, de universidades e laboratórios. No entanto, devemos lembrar que em casos de doença, recomendamos consultar um médico. O chá não substitui nenhum tratamento que um profissional possa te indicar e, para obter seus beneficios, o consumo de chá deve estar acompanhado de uma dieta equilibrada e uma vida saudável.

Os benefícios do Chá Verde, seu poder antioxidante e como prepará-lo.

Neste artigo te contamos os benefícios do chá verde e tudo o que você tem que saber sobre esta reconhecida variedade. Além de ser um antioxidante poderoso, o chá verde possui inúmeras propriedades para a saúde, dado seu alto teor de antioxidantes.

Os benefícios do Chá Verde – Propriedades

As propriedades do chá para a saúde são inumeráveis. Todos os tipos de chá têm benefícios, mas os benefícios do chá verde são especialmente famosos. Eu já contei em outro artigos do blog que o chá é uma infusão das folhas e brotos de uma planta chamada Camellia sinensis. Quando realizamos a infusão das folhas na água quente, grande parte dos compostos solúveis próprios da planta passam ao líquido, que logo ingerimos, incorporando ao nosso corpo nutrientes, vitaminas, aminoácidos etc. Numerosos estudos médicos, de universidades e laboratórios comprovaram que o chá verde:

  • Ajuda a combater o estresse
  • Ajuda a relaxar o corpo
  • Possui efeitos anticancerígenos
  • Ajuda a acelerar o metabolismo, para prevenir a obesidade
  • Ajuda a proteger o coração e o cérebro de doenças vasculares
  • Melhora o sistema imunológico
  • Ajuda a prevenir a doença de Alzheimer
  • Ajuda a controlar a diabete e a prevenir a fibrose hepática
  • Combate o envelhecimento
  • Melhora o aspecto da pele e das unhas

De todas as propriedades do chá verde, a mais difundida é seu poder antioxidante, já que é a variedade que contribui com a maior quantidade de catequinas, maximizando os benefícios associados a estes compostos naturais do chá.

O poder antioxidante do Chá Verde

Embora todos os tipos de chá tenham importantes benefícios para a saúde, o chá verde, particularmente, possui um maior poder antioxidante: seu alto conteúdo de catequinas ajuda a prevenir o envelhecimento e a diminuir o risco de contrair doenças cardiovasculares, entre outros fatores. É por isso que podemos encontrar no mercado uma grande quantidade de suplementos para a alimentação, a saúde e o cuidado da pele.

O grande poder antioxidante do chá verde deve-se ao processo de elaboração pelo qual suas folhas passam na fábrica, quando se aplica um método denominado “fixação”, cujo principal objetivo é evitar a oxidação da folha por meio da aplicação de calor. Na China, a fixação é realizada tradicionalmente em frigideiras, woks e fornos, enquanto no Japão quase sempre se usa o vapor. É importante comentar que cada método de fixação dá ao chá um sabor particular, possibilitando assim diferenciar os chás verdes de estilo chinês dos elaborados com o método de fixação japonês, graças às notas aromáticas na xícara.

A quantidade de antioxidantes também depende do tipo de colheita que é realizada. Quanto mais jovens são as folhas, maior é seu conteúdo de antioxidantes e maiores são os benefícios do chá verde para a saúde. Se queremos aproveitar ao máximo o efeito antioxidante do chá verde, recomendo consumir o chá em folhas, já que o chá em saquinhos é elaborado com folhas mais velhas, reduzidas em antioxidantes.

O chá verde é produzido em diferentes países do mundo, mas os de maior qualidade são elaborados na China e no Japão. Na China, os mais conhecidos são o Lung Ching (Poço de Dragão), também conhecido como o “champanhe de chá verde”, o Maofeng e o Gunpowder. No Japão, os chás que mais se destacam são o Sencha, o Gyokuro e o Matcha.

Como preparar o Chá Verde

Para uma correta preparação do chá verde, recomendo utilizar a água a uma temperatura entre 70 °C e 80 °C, pelo tempo de infusão das folhas entre 1 e 2 minutos, dependendo do chá. Se for utilizar saquinhos, nunca supere 50 segundos de infusão, porque o chá ficará muito amargo e adstringente.

Té chino

Com o que harmonizar o Chá Verde

Muitos acreditam que o chá pode ser tomado somente acompanhado de alimentos doces, tais como scones, bolos, petit fours, chocolate… No entanto, ele é também um grande companheiro do alimento salgado. Tenha coragem para provar o chá verde acompanhado de sushi, legumes salteados com arroz, bolachinhas de queijo, pães recheados, tortas e saladas.

Vídeo: Benefícios do Chá Verde para a Saúde

Chá vermelho: é o mesmo que o Chá Puerh?

Pu-erh comprimido en forma de disco -

Você sabia que o chá vermelho não é o mesmo que o chá Puerh? Neste artigo te contamos todas as características e diferenças destes tipos de chá.

Chá Vermelho: é o mesmo que o Chá Pu-erh ou Puerh?

Atualmente, há uma grande confusão a respeito do que muitas pessoas conhecem como chá vermelho. Se você fizer uma busca na internet, encontrará artigos que falam das incríveis propriedades do chá vermelho, de sua forma de preparação e das particulares características desta variedade de chá. Mas, você sabe realmente do que estão falando?

Com certa frequencia, após ler certos artigos, ficamos mais confusos do que antes, porque às vezes parece que estão falando do puerh, mas outras parece que falam de outro tipo de chá. O chá vermelho ou puerh são o mesmo tipo de chá?

É muito confuso compreender o emaranhado de conceitos e relações vinculadas aos tipos de chá. Algumas vezes, inclusive, encontramos livros nos quais os conceitos estão equivocados. Por isso, devemos ter muita atenção na hora de buscar informação sobre o chá vermelho e os demais tipos de chá e, ainda mais importante, devemos compreender os processos que estão por trás da elaboração de cada tipo de chá para poder realmente diferenciá-los. Neste artigo contaremos quais são as diferenças entre estes tipos de chá. 

Chá Vermelho: Diferenças com o Puerh, o Chá Preto e o Dark Tea

Diferentes livros e artigos catalogam o puerh como uma variedade de chá vermelho, mas isto está errado. Por esse motivo é importante o seguinte esclarecimento: o chá vermelho na China é aquele que conhecemos como chá preto no Ocidente. Por outro lado, na China, chamam de chá preto (hei chá) uma família de chá fermentado, que no Ocidente chamamos “dark tea”, para diferenciá-lo do anterior.

O dark tea (ou chá preto, na China) é o que passa por uma etapa de fermentação pós-produção, como por exemplo, o Puerh ou Pu-erh. É o único tipo de chá que evolui com o passar do tempo, assim como acontece com alguns vinhos e destilados. O chá preto (ou chá vermelho, na China), no entanto, está completamente oxidado.

Chá Vermelho x Puerh

O puerh ou pu-erh é um dos dark teas mais conhecidos. É um chá fermentado, típico da província de Yunnan, na China. É importante esclarecer que a fermentação é um processo diferente da oxidação. Na fermentação, micro-organismos vivos atuam no chá, enquanto na oxidação somente o oxigênio atua sobre as catequinas.

Diferentemente de outros tipos de chá que perdem a sua frescura e seu aroma à medida que o tempo passa, os puerhs melhoram com os anos. Estes chás são elaborados a partir da planta do chá de variedade de folhas grandes que cresce na província de Yunnan, na China. O chá obtido durante as primeiras etapas de elaboração do puerh pode ser muito adstringente, amargo e metálico. Com um envelhecimento sob condições adequadas, a adstringência e a amargura desaparecem gradualmente e o chá fica mais suave e desenvolve equilíbrio, suavidade e sutileza no sabor.

Dentre os puerhs mais conhecidos encontram-se o Bĭngchá, o Túochá e o Zhuānchá.

O que é o Chá Preto?

O chá preto é o clássico chá do café da manhã e das cinco da tarde. É o tipo de chá mais consumido no Ocidente e um dos mais produzidos no mundo.

Existem dois tipos de chá preto, de acordo com a sua forma de elaboração: os ortodoxos e os CTC. Os primeiros são chás mais agradáveis, sutis e complexos, e com maior expressão aromática no nariz e na boca. Os CTC costumam ser fortes, ter sabor intenso e adstringência, e são utilizados principalmente para produzir saquinhos de estilo industrial, além de ser usados para fazer chá gelado.

Como dissemos anteriormente, o processo característico do chá preto é a oxidação, que neste caso acontece completamente (100%), diferentemente do chá oolong, que acontece de forma parcial. É nesta etapa que são gerados dois tipos principais de polifenóis: as teaflavinas e as tearubiginas.

Alguns dos chás pretos mais famosos são o Ceylon (Sri Lanka), o Darjeeling e o Assam (Índia), o Keemun e o Lapsang Souchong (China).

Diferenças entre o Chá Vermelho e o Puerh

As notas de cata dos chás pretos podem variar de região para região, embora quase sempre predominem as notas de madeiras, tabacos e frutas secas. Cada terrunho confere suas particularidades, por isso é interessante provar chás pretos de diferentes origens e, assim, descobrir suas diferenças.

O perfil aromático e gustativo do puerh pode apresentar aromas terrosos, de pó e até de umidade. Mais ao final, podemos descobrir interessantes notas de frutas secas que se acentuam com os anos, o que justifica a espera por seu envelhecimento. Essa robustez sensorial acontece por causa de seu processo de elaboração, no qual ocorre uma etapa de fermentação.

Yin Zhen Silver Needles

O chá branco Silver Needles é conhecido como o “chá da beleza”. Descubra por quê!

Hoje vou apresentar-lhe um dos chás mais delicados e complexos: o chá branco Yin Zhen Silver Needles, um tesouro para paladares sensíveis!

História do Yin Zhen Silver Needles

Diz a lenda do chá Yin Zhen Silver Needles que uma família de produtores de chá de Fujian possuía muitas dívidas com um guerreiro mercenário que os havia protegido durante um intenso conflito regional. Por sua tarefa, o mercenário exigia uma grande soma de dinheiro que a família não conseguia juntar.

Depois de certo tempo, o mercenário, impaciente, intima o pai da família dizendo-lhe que, caso não quite o total de sua dívida no prazo de um ano, o guerreiro lhe tomará sua única filha e fará dela sua esposa. A família ficou devastada com a ameaça e não encontrava nenhuma maneira de evitar esse trágico final.

Até que um dia, o pai e a mãe da menina tiveram exatamente o mesmo sonho. Neste, uma pomba branca lhes dizia que na manhã seguinte encontrariam um casal de pombas reais às quais deveriam seguir, até encontrar um bosque escondido com árvores de chá muito especiais.

Dessas plantas deveriam colher somente os brotos das folhas para produzir um chá tão magnifico que suas vendas arrecadariam todo o dinheiro necessário para terminar com seu problema. Na manhã seguinte, tal como anunciava a premonição, encontraram duas aves na entrada, as quais decidiram seguir e cumprir ao pé da letra todas as indicações dadas no sonho. Descobriram assim o tão apreciado Silver Neddles e conseguiram, ao fim, salvar sua filha do indesejado destino.

Propriedades do Yin Zhen Silver Needles

Este chá tem um alto conteúdo de antioxidantes que ajudam a combater os radicais livres e causam um efeito “antiage” (anti-idade).

O chá branco Yin Zhen Silver Needles, formado pelos mais jovens botões da planta do chá, é conhecido como um dos chás com maior conteúdo de catequina, um dos antioxidantes mais potentes para prevenir rugas, prevenir doenças cardiovasculares e ajudar no combate ao câncer. Por isso é conhecido como o “chá da beleza”.

Perfil sensorial do Yin Zhen Silver Needles

Dentro da família dos chás brancos, o Silver Needles é, sem dúvida, um dos mais especiais, tanto pela particularidade de suas folhas (compostas somente por brotos da planta com cor prateado) como por seu aroma doce e floral. Trata-se de um chá muito leve e redondo na boca, com um delicado sabor doce em que predominam as notas a xarope, vegetais cozidos, pão tostado, baunilha e rosas. A textura deste chá é média e não se sente quase nada de adstringência.

Dicas para a preparação do chá Yin Zhen Silver Needles

Tipo de chá: Branco

Origem: Fujian, China

Melhor hora para beber: no meio da tarde ou depois do jantar

Consumo: quente ou gelado

Harmonização: sem acompanhamentos

Quantidade de ervas por xícara: 1 colher de chá

Temperatura da água: 75° – 85°C

Tempo de infusão: 3 a 5 minutos

Reinfusões: 2 ou 3

Quando beber o Yin Zhen Silver Needles

É um chá ideal para beber à tarde, depois do jantar ou em uma pausa do trabalho ou entre amigos. É importante separar o consumo deste chá das refeições, pois é um chá muito macio e delicado, que pode ser perdido com uma má harmonização.

Harmonização para o Yin Zhen Silver Needles

Os chás brancos, em especial o Yin Zhen, são tão delicados que torna difícil encontrar um bom companheiro para harmonizar. É por isso que recomendamos bebê-lo sozinho ou com bolos e doces muito suaves no sabor, como por exemplo, uma torta de ricota. O que está esperando para degustá-lo? Te convidamos a descobrir mais sobre esse chá no nosso Curso de Sommelier de Chá.

O que é a antiga rota do chá? Montanhas de chá, fábricas e mais.

la ruta del té

Sempre ouvimos falar da rota da seda, da rota da porcelana e também da rota do chá. Mas, o que seria a rota do chá? Nesse post, Victoria Bisogno nos conta sua experiencia de viagem à cidade de origem da antiga rota do chá.

Fábrica de té en Yiwu - LA RUTA DEL TE - El Club del Te

Sempre ouvimos falar da rota da seda, da rota da porcelana e também da rota do chá. Mas, o que seria a rota do chá? Nesse post, Victoria Bisogno nos conta sua experiencia de viagem à cidade de origem da antiga rota do chá.
Seria possível escrever um livro inteiro sobre a minha última viagem à antiga rota do chá em Yunnan, China. Em essas poucas linhas vou tentar compartilhar algumas das experiências riquíssimas que tive e que lembrarei por toda minha vida. Quem me acompanha nessa jornada?

O que é a antiga rota do chá?

A antiga rota do chá era um caminho que unia a cidade de Puerh (em Yunnan, China) a diferentes destinos comerciais, nos quais o chá era o principal produto de intercâmbio. Muitos historiadores afirmam que durante a dinastia Tang (618-907 d.C) iniciou-se o transporte de chá desde a província de Yunnan até Beijing e Lhasa (Tibet), dando origem a chamada “antiga rota do chá”. Mas existiram também muitas outras rotas para o comércio de chá, sendo que alguns trechos coincidiam com a rota da seda e da porcelana.

A rota principal iniciava-se em Yunnan (província da China): saía de Puerh, cidade conhecida pelo comércio dos chás negros envelhecidos, dirigindo-se em seguida para o norte, onde passava por Dali, Lijiang, Zhongdian e Deqin. A partir daí adentrava no Tibet atravessando os povoados de Zuogong, Bangda, Changdu, Luolongzong e Gongbujiangda até finalmente chegar à capital, Lhasa. Saindo dessa cidade, retornava em direção ao sul seguindo até Gyantse, Pali e Yadong. Ao final, cruzava o Nepal e posteriormente a Índia. Outra rota iniciava-se em Ya´an, cidade chinesa da província de Si-chuan, continuando através de Luding, Dangding, Batang y Changdu até Lhasa, capital do Tibet aonde se reuniam às caravanas procedentes de Yunann.

Qual chá era comercializado na antiga rota do chá?

O chá que se comercializava através da antiga rota era um tipo de chá fermentado chamado Chá Negro. Desta família de chás, o mais conhecido era o puerh, nome do povoado no qual se concentravam as mercadorias que então seriam enviadas aos diferentes destinos da antiga rota do chá.

Minha experiencia na antiga rota do chá

Como amante do chá, andar por parte dos caminhos percorridos pelos carregadores da antiga rota do chá foi uma das experiencias mais emocionantes da minha vida. Foi uma viagem cheia de cultura, história e novos amigos.

Chegar a Xishuangbanna, município dentro da província de Yunnan que concentra a maior produção de Puerh, por si só, foi uma verdadeira jornada. Partindo de Buenos Aires peguei um vôo direto a Madri onde outra conexão, com escala em Paris, me levou a Shanghai. Ali encontrei minha aluna e amiga, Bing, quem me acompanhou como tradutora pessoal durante todo o caminho. De Shanghai partimos até Yunnan, fazendo escala em Kunning, capital da província, para em seguida voar até o aeroporto mais próximo em Menghai. Enfim, uma longa viagem que me deixou com vários dias de jet lag, mas ao mesmo tempo com uma energia muito especial, por saber o solo por onde estava caminhando.

Museu da antiga rota do chá

Minha primeira visita foi ao museu da antiga rota do chá (também conhecida como a antiga rota do chá e dos cavalos) situado em uma enorme propriedade com muita área ao ar livre. Ali, além das plantações experimentais de chá, existem inúmeros vestígios da antiga rota como pequenas fábricas de chá, materiais e maquinarias utilizados na época para elaborar o chá puerh , e estátuas e monumentos comemorativos, como esse mapa gigantesco da antiga rota do chá. Um obelisco marca a importância do lugar e pequenos arcos indicam a entrada da cidade. Porém, o mais maravilhoso foi poder andar pelas pedras originais que foram parte desse caminho tão antigo.

Montanhas antigas e modernas na antiga rota do chá

7 - LA RUTA DEL TE Montaña Yiwu Puerh

No dia seguinte, junto com meu anfitrião, o Sr. Li, comecei a percorrer as diversas montanhas produtoras de puerh, o mesmo puerh que antigamente era transportado através da antiga rota do chá. A primeira parada foi na montanha de Bulang, onde existe um bosque com arvores de chá de mais de 800 anos de idade e no qual tive a sorte de conhecer o Sr. Liu, um produtor de chás de altíssima qualidade.

Percorremos suas plantações e depois fomos até sua fábrica onde fomos deliciados com uma excepcional cerimônia de chá com ervas recém elaboradas. No outro dia caminhamos pelas montanhas de Yiwu, uma das 6 antigas montanhas de produção de chá puerh e uma das mais famosas, tanto pela qualidade do chá, como por ser o lugar onde se produzia o chá preferido do imperador Qianlong. É um pequeno povoado que parece ter sido congelado no tempo. Ali estão conservadas algumas fábricas de chá que enviavam seus produtos aos destinos da antiga rota. Também visitamos outras montanhas produtoras de chá, onde pudemos ver plantações cultivadas pelos homens e bosques nativos tanto de arvores antigas como jovens de cultivo orgânico, como os da montanha de Mengson.

También visitamos otras montañas productoras de té, a donde pudimos ver plantaciones cultivadas por el hombre así como bosques nativos de árboles jóvenes y antiguos, de cultivo orgánico, como los de la montaña Mengson.

Fábricas de chá da antiga rota do chá em Yunnan.

Em toda província de Yunnan se podem encontrar plantações e fábricas de chá fermentado, mas a maior produção se concentra no município de Xishuangbanna, ao sul da província.

Especialmente em Menghai, encontram-se grandes fábricas de puerh cozido e chá prensado. Na antiga rota do chá, os produtos eram transportados de forma compactada para permitir que fossem levadas grandes quantidades em um espaço bem pequeno. Assim que, nas fabricas são dadas várias formas ao chá: em discos (Bing chá); como azulejos (Zhuānchá), ou ninhos (Túochá), entre diversos outros formatos.

Nos mercados encontramos pirâmides de chás prensados, que chegam a ultrapassar a altura de uma pessoa!

Enfim, poderia continuar escrevendo por bastante tempo. Por ora, deixo esse vídeo abaixo para compartilhar uma “palhinha” da minha experiencia na antiga rota do chá. Espero vocês em nossos próximos cursos de Sommelier de Chá e em nossos Workshops para compartilhar mais histórias e degustações de chás prensados.

#Aculturadocha

Chá chinês: Benefícios e propriedades

te chino - beneficios y propiedades

A China é o país de origem do chá, bebida que é consumida pelos chineses desde quase 5.000 anos e que ainda hoje conserva a magia de sua tradição, desde os cultivares até as cerimônias.

Té chino

Poderíamos dizer que o chá na China é quase uma religião. Está tão arraigado em sua cultura, que algumas vezes usamos a palavra “chá” como sinônimo de “China”. Não é de se estranhar, portanto, que o país em que se originou o chá seja o maior produtor mundial, o que faz o chá chinês estar disponível em quase toda parte do globo.

Existem 6 tipos de chá chinês, dentro dos quais existem numerosas variedades, cada uma com características sensoriais particulares (como aroma, sabor, corpo, etc.).

Chá chinês: benefícios e propriedades

O chá chinês caracteriza-se por suas propriedades para diminuir o peso, sempre e quando acompanhado também de uma dieta saudável e atividade física contínua. Todas as variedades de chá chinês contam com esse benefício, ainda que possamos dizer que o chá puerh é um dos que tem essa propriedade de forma mais acentuada.

Mas além disso, os componentes antioxidantes do chá chinês contêm muitos outros benefícios para a saúde tais como:

  • O chá chinês combate o colesterol mal para a saúde
  • O chá chinês ajuda a prevenir o envelhecimento
  • O chá chinês ajuda a controlar a diabetes, já que atua como regulador da glicose no sangue
  • O chá chinês ajuda a manter uma boa saúde bucal
  • O chá chinês ajuda a prevenir doenças cardíacas
  • O chá chinês melhora o aspecto da pele e das unhas

Tipos de chá chinês

A China é um dos poucos países do mundo que produz todos os tipos de chá. Vamos compartilhar aqui as variedades mais famosas:

Chá preto:
Os mais conhecidos são o Keemum, o Yunnan Black Gold e o Golden Monkey.

Chá verde:
Os mais conhecidos são o Lung Ching, o Gunpowder e o Maofeng.

Chá branco:
Os mais conhecidos são o Pai Mutan e o Yin Zhen Silver Needles.

Chá oolong:
Os mais conhecidos são o Tie Kuan Yin e Da Hong Pao.

Chás negros:
Os mais conhecidos são o Puerh e o Hei Cha

Chá amarelo:
O mais conhecido é o Jun Shan Yin Zhen.

Convidamos a descobrir mais em nosso Workshop de chá chinês

#ACulturaDoChá

O que é o Bubble Tea?

Te de Burbujas latte

O Bubble Tea é uma mistura de chá com suco de frutas, leite ou iogurte, cuja característica principal são as bolinhas de tapioca saborizadas.

O que é o Bubble Tea?

Muitos já ouviram falar do Bubble Tea, mas o que seria isso exatamente? Onde foi criado? Porque está tão na moda?

O Bubble Tea é uma mistura de chá com suco de frutas, leite ou iogurte, cujo principal aspecto distintivo são bolinhas de tapioca saborizadas (também conhecidas como pérolas de tapioca), que ficam submergidas na parte inferior do copo. Essas bolinhas são aromatizadas com diversas gelatinas, açúcares ou edulcorantes e dão a essa mistura um sabor bem característico.

Na hora de tomar, o Bubble Tea é servido em um copo de cristal ou de plástico ao qual é adicionado um canudinho grosso que ajuda a aspirar as bolinhas de tapioca. Ainda que no início tenha sido mais atrativo para os mais jovens, hoje em dia é um produto muito consumido por pessoas de todas as idades.

A história do Bubble Tea

O Bubble Tea surgiu em Taiwan, em finais dos anos 80 e logo se expandiu para os países vizinhos do leste asiático. Como acontece na maioria dos casos, existe muita especulação sobre a origem desta bebida, mas atualmente a versão mais aceita é aquela da casa de chá Chun Shui Tang, localizada em Taichung, Taiwan. Conta-se que uma senhora chamada Lin Hsiu Hui, empregada do lugar, resolveu improvisar misturando fen yuan – uma sobremesa taiwanesa famosa feita a base de tapioca- com o chá gelado Assam. O resultado foi tão bom que a loja decidiu incluir o item no menu e logo se tornou uma das bebidas mais pedidas pelos clientes.

Ao ver o êxito da nova bebida, muitas lojas de Taiwan passaram a adicionar pérolas de tapioca e frutas a seus chás gelados e assim foi crescendo a popularidade do Bubble Tea.

Atualmente o Bubble Tea já é um clássico daquele país asiático e pode ser encontrado em quase todas as esquinas. Nos últimos anos também se expandiu para China, Japão e Coreia do Sul. Ainda que no Ocidente não seja muito popular, hoje já pode ser encontrado em algumas lojas da Europa, Canadá e Estados Unidos.  E recentemente, também no Brasil”

Variedades do Bubble Tea

Como dissemos acima, existem muitas variedades do Bubble Tea, de acordo com o chá utilizado e os ingredientes acrescentados. Os mais populares são aqueles elaborados com chá vermelho (chá preto no Ocidente), chá verde e chá oolong. Em Taiwan, o chá utilizado para elaborar o refresco é o produzido localmente. Lembremos que Taiwan é um país marcado por uma notória cultura do chá, devido à proximidade com China, o maior produtor de chá mundial.

Quanto aos ingredientes, podem ser adicionados sucos de frutas ou xaropes de todos os sabores, leite comum, ou sem lactose, mel ou iogurte. Algumas variedades mais saudáveis são feitas com frutas naturais e edulcorantes como a stevia.

O Bubble Tea se bebe tanto frio como quente. Particularmenteeu gosto muito mais da versão fria.

Se está planejando uma viagem por essa região, não deixe de provar o bubble tea! Tenho certeza que vai adorar!

#ACulturaDoChá

Chá japonês: benefícios e propriedades do chá japonês

cata de té japones

Mesmo que o maravilhoso hábito de beber chá no Japão tenha sido adotado de seus vizinhos chineses, este é um dos países mais aficionados por essa bebida. Hoje, não somente produzem variedades únicas de determinados tipos, como desenvolveram cerimônias e rituais muito importantes em torno do chá.

O que é o Chá Japonês:

O chá japonês é uma das infusões mais reconhecidas em nível mundial, principalmente pela qualidade dos distintos tipos de chá verde que são produzidos naquele país. Atualmente o Japão se encontra na 9° posição no ranking de países produtores entre Argentina e Bangladesh. Mas antes de conhecer mais sobre o chá japonês vejamos um pouco de sua história…

Acredita-se que o chá foi levado ao Japão em inícios do século VIII d.c. Os monges budistas japoneses que haviam ido estudar na China por volta do ano 729 d.c conheceram o chá e seus benefícios, principalmente o fato de ajudar na prática da meditação, e por isso levaram a planta ao Japão e passaram a beber chá com essa finalidade. A partir daí, começaram a produzir chá em pequenos cultivares destinados especialmente para fins medicinais e logo depois a beber de forma regular. Hoje o chá no Japão é símbolo de sua cultura e tradições.

O Japão é formado por um arquipélago de ilhas onde nenhum ponto terrestre está a mais de 150 km do mar. Aproximadamente 74% de seu território é montanhoso e coberto por florestas. Devido a sua localização em uma zona vulcânica do Oceano Pacífico são frequentes os terremotos e tremores. Seu clima é temperado com as quatros estações bem diferenciadas. Possuem abundante chuva e umidade, o que o faz ideal para produção do chá.

Principais zonas productoras de Chá Japonês:

  • Tóquio: nos arredores do Monte Fuji
  • Shizuoka: onde se produz chá verde como Sencha e Bancha
  • Kagoshima: onde se produz chá verde Sencha e Bancha
  • Kyushu: onde se produz chá verde Sencha e Bancha
  • Okabe: onde se produz o chá verde Gyokuro
  • Uji: donde se produce té verde Matcha, Gyokuro y Sencha

A princípio – por herança chinesa – a colheita se realizava de forma manual, mas hoje quase todas as plantações de chá do Japão fazem a colheita de suas folhas com máquinas. Isso, adicionado ao processo de fixação, permite que o chá obtenha um sabor muito característico com muitas notas vegetais, como algas e espinafre.

Ainda que o chá verde seja a variedade mais produzida e reconhecida no Japão, hoje cada vez mais produtores se animam a produzir chá preto.

Se quiser aprender mais sobre o chá japonês, convidamos ao nosso workshop de chá japonês (link a workshop), onde irão aprender tudo sobre este magnífico país e seus costumes em torno do chá.

Benefícios e propiedades do Chá Japonês

Quando se fala sobre o chá japonês estamos falando principalmente do chá verde, variedade com maior nível de produção no país do sol nascente. E se nos referimos ao chá verde japonês temos de falar das qualidades antioxidantes fornecidas por alguns de seus componentes químicos, tais como os polifenóis e as catequinas.

Essas propriedades antioxidantes são aquelas que ajudam a reduzir a ação dos radicais livres e a proteger nossas células de forma natural, e por isso ajudam a prevenir enfermidades, como o câncer.

Além disso, o chá japonês, em especial o chá verde é útil para reduzir os níveis de colesterol e triglicérides, melhorando assim a circulação sanguínea. Da mesma forma ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares.

Outra qualidade deste tipo de chá japonês é a sua quantidade de teína, a qual estimula o sistema nervoso, nos mantém despertos e nos anima quando mais necessitamos.

Como preparar o Chá Japonês

O chá japonês se pode preparar de várias formas, mas em qualquer uma delas são necessários utensílios específicos. Se quiser preparar o chá verde matcha (link a cata de chá matcha) necessitará um chawan (um tigela grande) e um chasen (batedor de bamboo). Como fazemos? Seguindo os seguintes passos:

  1. Meça uma colher do chá matcha e coloque-a na tigela
  2. Adicione água quente a 80° sobre o matcha
  3. Com o batedor de bamboo, bata energicamente o chá até conseguir uma consistência espumante
  4. Pode-se beber diretamente do chawan, ou se desejar compartilhar, coloque o chá em uma jarra ou bule adicional e sirva a mistura de água com chá em pó em copos japoneses (xícaras sem asa). Beba imediatamente.

Mas existe uma forma muito mais protocolar e tradicional de preparar o chá japonês matcha. Os países orientais se caracterizam por dar ao chá um lugar muito particular na vida de seus habitantes. Dessa forma, na maioria deles existem cerimônias milenares que ainda hoje são realizadas e que são como verdadeiros símbolos da cultura de cada país. O Japão não é exceção e nos oferece sua belíssima cerimônia do chá japonês, mais conhecida como “Chanoyu”, a qual segue uma série de rigorosos passos para sua preparação (link a nota do blog sobre Chanoyu)

Para preparar o chá japonês em ervas o recomendável é utilizar um bule ou chaleira japonesa. O que possuem de diferente em relação aos bules tradicionais? Sua forma: contam com uma alça lateral onde se segura com toda a mão. Podem ser feitas de diversos materiais como argila ou porcelana.

Tipos de Chá Japonês

Como dissemos anteriormente, o Japão é um dos maiores produtores de chá verde do mundo, com variedades de excelentíssima qualidade. Os chás japoneses mais conhecidos são:

Sencha

Bancha

Gyokuro

Genmaicha: Uma mistura de Bancha e arroz tostado

Hojicha: Elaborado tostando o Bancha

Video: O significado do Chá no Japão

Open chat
1
¿Necesitas ayuda?
Hola, Mi nombre es Florencia. ¿En que te puedo ayudar?